Notícia

Postado em 19 de Março de 2021 às 20:33 Fonte: Conviva Educação

Relato de experiência do PNAE de Francisco Macedo-PI é publicado no Conviva Educação

O relato da nutricionista trata da alimentação escolar na pandemia

 Relato de experiência  do PNAE de Francisco Macedo-PI é publicado no Conviva Educação

A Secretaria Municipal de Educação de Francisco Macedo (PI) buscava um meio de atender os alunos da rede municipal de ensino, durante a pandemia de coronavírus, com gêneros alimentícios, de acordo com as orientações recebidas do Plano Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Nesse contexto, o Secretário de Educação da época convocou no mês de abril de 2020, o Conselho de Alimentação Escolar (CAE) para discutir a melhor maneira de distribuir os gêneros alimentícios em estoque nas escolas. A partir disso, foi definido que seriam montados e distribuídos kits em formato de cestas básicas, com o objetivo de garantir apoio nutricional aos alunos no período de suspensão das aulas, por conta da pandemia da covid-19.

Foram feitas ações em conjunto juntamente com todos os funcionários da Secretaria Municipal de Educação, que colaboraram com mão de obra na montagem dos kits a serem distribuídos para as famílias dos alunos matriculados na rede municipal de ensino. A distribuição teve início em abril, e se repetiu ao longo de todos os meses de 2020, finalizando em dezembro. As ações foram registradas por meio de protocolos e fotografias.

Ao todo, foram montados 587 kits por mês, um para cada aluno. Ressaltamos que durante a montagem, foram adotados todos os protocolos de segurança e de higiene, de acordo com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE): sacos e alimentos higienizados, uso obrigatório de máscaras para os pais que iam buscar os kits, fornecimento de máscaras, toucas e luvas para quem estava trabalhando na distribuição, tudo pensado para que não houvesse contaminação. Além disso, colocamos um folder em cada kit com orientações de higienização que os pais deveriam fazer quando chegassem em casa.

Para evitar aglomerações, os itens foram entregues de forma ordenada, respeitando as medidas de distanciamento, e conforme horários agendados por turma durante a semana, para ter um revezamento e evitar aglomerações. Ressaltamos às famílias que as pessoas do grupo de risco não deveriam ser as responsáveis pela retirada do kit, por questões de segurança.

O Conviva teve um papel fundamental nas orientações, por meio das formações continuadas referente à alimentação escolar em tempos de pandemia. Eu participei de duas formações online no ano passado que foram de suma importância para que pudéssemos desenvolver melhor essa ação. Também consultamos constantemente a articuladora do nosso estado, para ajudar a desenvolver o trabalho.

Diante da grande demanda de pessoas com baixo poder aquisitivo em nossa região e com o aumento dos preços dos alimentos, os kits foram recebidos pelas famílias com muita satisfação. Nossa iniciativa visa ofertar uma educação que não somente se preocupa com as questões pedagógicas, mas também nutricionais dos alunos e famílias da nossa rede municipal de ensino.

Nesse momento, estamos novamente em quarentena e estamos planejando a nova distribuição de alimentos para 2021. Tivemos mudança de gestão, mas já nos reunimos com o Conselho de Alimentação Escolar (CAE), para planejar as datas de entregas deste ano.

A intenção é continuar com a mesma ação, e a única inovação será a entrega dos kits nas casas dos alunos da zona rural, para que essas famílias não precisem se deslocar a grandes distâncias.

VEJA IMAGEM!

 

 



Comentários »