Notícia

Postado em 7 de Junho de 2019 às 12:09 Autor: Willians Sousa Fonte: Cidadesnanet

Em Francisco Macedo, 100ª Feira Livre aos sábados é comemorada com apresentações culturais

Teve também bingo e musica ao vivo. Confira fotos

Em Francisco Macedo, 100ª Feira Livre aos sábados é comemorada com apresentações culturais

Ocorreu neste sábado (25) a 100ª Feira Livre aos Sábados de Francisco Macedo, que fica a cerca de 400 km de Teresina, em comemoração às 100 feiras realizadas desde a sua oficialização. A feira acontecia aos domingos, mas tendo em vista a melhoria de qualidade vida, de mobilidade e de economia local para os franciscomacedenses, foi transferida para os sábados com boa aceitação.

A prefeitura teve total participação neste evento. Algumas secretarias municipais, como Saúde, Cultura e Assistência Social, saíram de suas estruturas físicas e foram à feira, com tendas exclusivas, e realizaram atendimentos e apresentações.

O prefeito Raimundo Nonato (PSD) participando ativamente do evento, declarou sentir muita alegria por estar sendo um sucesso até hoje. Segundo ele, há alguns anos, antes de Francisco Macedo se tornar município, as feiras livres eram realizadas aos domingos, e já foi uma grande feira, quando ainda era um povoado pequeno chamado Canabrava. Havia a chamada Feira Velha e atraia pessoas de todas as regiões próximas, inclusive de outros estados como Pernambuco e Ceará. Ao passo em que os municípios vizinhos, Marcolândia e Alegrete, foram crescendo, a feira local foi se tornando menor, devido a maioria dos moradores se deslocarem para Marcolândia e Alegrete, que também realiza feiras livres aos domingos.

“No meu mandato atual, surgiu a expectativa de mudarmos o dia de feira por acharmos que a nossa feira estava ficando cada vez menor. Cogitamos a ideia com os comerciantes e autoridades do município, realizamos reuniões, marcamos encontros na Câmara Municipal de Vereadores para tratarmos sobre a mudança de dia da feira. Todos foram de acordo e conseguimos aprovar em lei, através de um projeto da Vereadora Mailane Carvalho”, afirmou.

A feira livre mudou muito, e hoje recebe feirantes de outros municípios para comercializar seus produtos, aumentando gradativamente as opções de compras, diversidade de produtos e movimentação de economia, além da movimentação pública nas ruas.

O servidor público Erasmo Alencar, integrante da administração municipal e dono da ideia de mudança do dia da feira, feliz com toda essa realização, e com sentimento de patriotismo, em querer ver a cidade bem e se desenvolvendo, relatou um pouco sobre o seu envolvimento.

“Tudo aquilo que fazemos e que dá certo, é motivo de felicidade. Essa ideia de mudança de feira para os sábados surgiu em pleno domingo, no horário em que deveria haver bastante movimento, em que estava eu sentado em uma calçada à observar. Sem bancas, sem pessoas transitando pelas ruas, um movimento zero. Como estávamos em inicio de novo mandato e havia chegado “sangue novo” na gestão, de imediato lembrei da Vereadora Mailane, que havia chegando bastante determinada. Entrei em contato por telefone e sugeri ideia. Hoje estamos comemorando a contagem de 100 sábados de feira livre. A Câmara Municipal de Vereadores e o prefeito Nonato não mediram esforços para correr atrás e dar todo apoio necessário a essa causa”, disse.

Mailane Carvalho, vereadora do município, foi a autoridade que iniciou o projeto da referida mudança. Segundo ela, foi combinado entre todos os comerciantes e autoridades locais, visto que estava algo muito parado e se fazia necessário reagir.

“Sentíamos falta daquela movimentação aos domingos, principalmente dos moradores do interior, que se deslocavam para as cidades circunvizinhas. Agora, com a feira aos sábados, preferem ficar aqui, nos trazendo aquele movimento gostoso de se ver. Mais viável a eles, além de voltar a fazer girar a nossa economia. Tudo começou com uma ligação que recebi do meu amigo Chichiquinho (Erasmo ). A partir desse telefonema, fomos em busca dessa mudança, passamos por vários processos necessários, e conquistamos. Uma aprovação unânime entre todos os envolvidos, trazendo um beneficio para exatamente todos os moradores e para o município em geral. Fico muito feliz por ter sido a autoridade que correu atrás em primeiro lugar, após a sugestão do meu amigo Chiquinho”, afirmou.

_Serviços ofertados pelas secretarias:

Na tenda do CRAS – Centro de Referência em Assistência Social, foi apresentada uma dança cultural, com coreografia elaborada pela Professora Sara Costa; exposto banner’s divulgando trabalhos e conquistas realizadas pelo departamento; e apresentação da Banda Marcial Genésio Neto.

Na tenda da Saúde, houve atendimentos e testes básicos como aferição de pressão e glicemia, prestados pela equipe de profissionais da área; bem como orientações sobre saúde bucal, próteses e prevenção do câncer de boca, através do Odontólogo, Dr. Tássio Barbosa. Também houve divulgação do Centro de Triagem instalado no município, o qual realiza testes rápidos de DST’s e dicas e orientações de como se prevenir contra essas doenças.

Ludmila Alencar, Farmacêutica e representante do seu pai e secretário de Saúde, Cristóvão Alencar, explicou sobre alguns dos serviços ofertados na tenda da Saúde.

“Em todos os pacientes atendidos, fizemos uma triagem. Ofertamos o teste glicêmico, no intuito de atrair o público para a realização do mesmo. A Diabetes é uma doença silenciosa, e com o teste de glicemia, a depender do resultado, e com técnicas específicas, é possível tentar identificar a possível aparição da doença. Também ofertamos a aferição de pressão, principalmente para idosos hipertensos.  São testes simples, porém, de extrema importância. A partir do teste glicêmico e aferição da PA, encaminhamos os pacientes para realização de exames diagnósticos dessas doenças crônicas”, orientou.

E na tenda da Cultura, houve show ao vivo com a dupla Daizinho e Karen Araujo. Foi aberto um espaço para artistas locais cantarem à vontade. Diversas crianças e adolescentes soltaram a voz e deram um show. Cantaram: Geneildo, Livia, Mateus e Franciely. Também cantaram na versão gospel: Paula Maria, Malone, Mª Eduarda e Rosinha.

Ao final das apresentações houve o bingo de um carneiro, bastante animado e disputado.

Três ganhadores precisaram dividir o prêmio – um carneiro: Fabiana, Auricélio e Etimário.

Prefeito Nonato, ao final, agradeceu a presença e apoio de todos. “Essa comemoração que se dá hoje, é porque entendemos que foi de grande valia e que atingimos sucesso”.

_Presenças:

Além do prefeito Nonato, também prestigiaram a 100ª Feira Livre aos Sábados, o padre Antonio Ismael de Holanda, pároco de Alegrete a qual Francisco Macedo faz parte; o líder político Fran Alencar; os secretários municipais: Virgilio Alencar, Educação; Odair Lopes, Esporte; Sebastião Alencar, Agricultura; Eduardo Alencar, Finanças; Izeíro Coutinho, Obras; e os vereadores Lázaro (presidente da Câmara), Mailane Carvalho, Antonio de Raquel, Jacira Alencar, Osailton Lopes, Apolinário, Gilmar e Paulo; além de populares e demais colaboradores das secretarias.

_Feirantes relatam satisfação:

A feirante Luiza, do município de Marcolândia, comerciante de frutas e legumes, não realizava feiras em Francisco Macedo, devido ser ao domingo, mesmo dia da sua cidade. A mesma avalia como positiva esta mudança.

“Muito bom. A feira foi uma mudança perfeita para nós. Permitiu minha comercialização aqui nessa cidade. Antes eu me deslocava para Simões, que também realiza feiras aos sábados. Hoje, o meu esposo vai à Simões e eu venho à Francisco Macedo. Facilitou muito a nossa vida”, relatou.

A feirante Rosa, também de Marcolândia, comerciante de confecções, avaliou.

“Para mim foi muito bom. Se não houvesse essa mudança, não teria como estar aqui hoje, pois sou de Marcolândia e já tenho minha banca na feira de lá, que também ocorre aos domingos. Foi positiva a mudança. Foi um bom trabalho da gestão”, disse.

O feirante Salvador, do município de Alegrete, comerciante de temperos e condimentos, passou a vir a feira de Francisco Macedo após a mudança.

“Ficou muito melhor. No domingo era ruim para mim, pois já trabalho na feira de Alegrete, e agora aos sábados facilitou nossas vidas, valendo muito a pena.

Veja fotos!



Comentários »